Recebe conteúdo exclusivo

Dicas, ferramentas e tutoriais para utilizares o Marketing Digital a favor do teu negócio.

Ao submeter o email, concordas com a Política de Privacidade.

Lookalike Audiences: O Que São & Como Utilizar Para Escalar Negócios

Lookalike Audiences: O que é e como utilizar para escalar negócios

As Lookalike Audiences (LAL) – audiências semelhantes, em português – são audiências criadas a partir de audiências personalizadas com qualidade, ou seja, com base num público que previamente já se tenha traduzido em resultados, sejam vendas, tráfego ou interacções.

É como um processo super direccionado de segmentação, em que o Facebook identifica as qualidades – dados demográficos, interesses e comportamentos – na tua audiência fonte e começa a procurar por pessoas que as partilhem e que consigam trazer resultados.

Já explico melhor.

O Que São Lookalike Audiences

As lookalike audiences são audiências segmentadas com base numa audiência personalizada criada a partir das fontes que o Gestor de Anúncios do Facebook coloca à tua disposição:

  • A partir das tuas fontes
    • actividade no teu website
    • listas de clientes
    • actividade na tua aplicação
    • actividade offline
  • A partir de fontes do Facebook
    • visualização de vídeo
    • perfil comercial do Instagram
    • formulário de leads
    • eventos
    • experiência instantânea
    • interacção com a página
Lookalike Audiences: O Que São?

Assim que a fonte seja escolhida, o Facebook procura por utilizadores com atributos e características similares à audiência personalizada.

Como exemplo, vamos supor que tens uma audiência personalizada criada a partir de uma lista de emails com 10000 contactos e que o Facebook encontrou correspondência com 6000 perfis na plataforma.

(Nota que muitas pessoas utilizam emails e números de telefone no dia-a-dia diferentes daqueles que estão associados à plataforma.)

Uma audiência semelhante criada a partir desta audiência personalizada, resulta com que o Facebook procure por pessoas com critérios similares a estes 6000 utilizadores.

É importante referir que estes dados pessoais são tratados de forma anónima. A plataforma disponibiliza esta ferramenta aos anunciantes com o objectivo de os ajudar na procura do seu público ideal para as campanhas.

Porque Deves Utilizar Lookalike Audiences

As lookalike audiences dão-te a possibilidade de alcançar uma audiência fria que vai mais além do que uma segmentação por interesses ou comportamentos.

Num cenário em que estás a anunciar para um público quente, baseado por exemplo numa lista de emails ou visitantes do website, as LAL fazem com que consigas distribuir o anúncio para um público frio que partilha características de um público quente, mas para um número bem superior de pessoas.

É o que te ajudará a escalar o negócio, dado que a probabilidade de os teus custos numa fase de prospecção serem menores!

Dependendo do nível que queres que a tua audiência semelhante seja parecida com a personalizada, podes definir manualmente o tamanho através de um percentual que pode ir de 1% a 10%.

O 1% representa as pessoas com maior correspondência. Quando aumentas este percentual, mais genérica será a tua audiência semelhante e consequentemente maior em termos absolutos do número de pessoas.

Para definir este percentual – representa a especificidade e o tamanho da tua LAL – é só ajustar o slider que aparece na imagem:

Lookalike Audiences - O que é e como utilizar

Um Curto Guia de Criação

No Gestor de Anúncios, no menu inicial clica em Públicos e na página seguinte em Criar Público > Público Semelhante.

Lookalike, audiências e públicos…? Desculpa-me os vários termos, é tudo o mesmo. Eu por habituação prefiro a primeira expressão. Mais fancy 😎

Vai aparecer uma janela igual à imagem anterior, onde te pede para adicionar a fonte para a audiência semelhante, a localização e o tamanho.

A fonte, como o próprio nome indica, é onde defines que audiência personalizada vai servir de base para a tua audiência semelhante.

  • a tua fonte tem de conter, obrigatoriamente, 100 pessoas do mesmo país para estar elegível para selecção.

A localização é o país ou regiões em que queres que a tua audiência semelhante se baseie.

Em relação a este ponto, e no momento de publicação deste artigo, o Facebook está a testar uma alteração onde torna opcional a selecção de uma localização. A ideia é que a selecção do público seja efectuada de acordo com a localização que estiver definida no teu ad set.

O tamanho é ajustado através do slider e aqui segues as indicações que mencionei anteriormente.

Fria, Morna ou Quente?

Até pode parecer que te estou a oferecer um café ou um cházinho, mas este tópico não tem a ver com isso – pelo menos para já.

Onde posicionas as lookalike audiences no funil de vendas? Fria, no topo do funil? Morna, no meio do funil?

Funil de Vendas

Uma LAL é uma audiência fria mas não é, por assim dizer, gelada. Ao comparar com uma segmentação por interesses ou comportamentos, está ligeiramente à frente em termos de qualidade.

A lógica é fácil de entender:

Apesar de ser formada por pessoas que nunca interagiram contigo e que não te conhecem, são baseadas num público morno/quente que já demonstrou interesse no teu negócio.

É a melhor forma de alcançar novas pessoas que ainda não são qualificadas mas que muito provavelmente se vão sentir atraídas pela tua marca e que, geralmente, apresentam custos mais baixos comparativamente a audiências criadas a partir de interesses e comportamentos.

Agora, umaa vantagem poderosa que considero na criação de lookalike audiences é quando estas são criadas a partir de uma audiência de compradores, dos teus actuais clientes.

Se tens uma lista de clientes – neste caso, compra efectiva de algum produto ou serviço – imaginas o potencial da tua LAL quando o Facebook fizer o match de interesses e semelhanças?

Numa visão macro e optimista, parte destas pessoas acabam por nem sequer passar pelas 2 primeiras etapas do funil de vendas e vão directas para a acção.

Que maravilha!

7 Dicas Para Criar as Melhores Audiências Semelhantes

Algumas destas dicas representam um pequeno resumo de algumas coisas que foram ditas ao longo deste artigo.

Muitas delas baseiam-se em torno das audiências personalizadas. A qualidade deste público, como fonte de criação, é que definirá o sucesso das tuas lookalike audiences.

Ainda assim, não custa nada refrescar algumas ideias desta estratégia que te permite alcançar um grande número de novas pessoas e potenciais clientes para o teu negócio.

1. Audiência Fonte Certa Para o Objectivo

Cada audiência personalizada que tenhas criado no Gestor de Anúncios teve como base um objectivo muito específico que será transferido para as tuas lookalike audiences.

Se quiseres aumentar as tuas vendas, uma audiência semelhante baseada nos visitantes do teu website que efectuaram uma compra seria o mais lógico e vantajoso a fazer.

Depois, aplicas o mesmo raciocínio para as restantes audiências semelhantes que pretendes criar. Imagina que tens campanhas de Interacção, Visualização de Vídeo e de Geração de Leads que tiveram um óptimo desempenho.

Através das audiências personalizadas que utilizaste para essas campanhas, crias a base das tuas audiências semelhantes para o mesmo objectivo: aumentar a interacção com a tua página, aumentar o número de visualizações dos teus vídeos e adquirir ainda mais leads.

2. Lookalike Audiences – CRM

As lookalike audiences criada a partir da tua ferramenta CRM – Customer Relationship Management – tem como base uma lista de clientes.

Esta é uma das lookalike audiences mais eficazes que podes criar, porque através do teu CRM consegues monitorizar os comportamentos e interesses dos teus potenciais clientes, criando uma óptima audiência personalizada a partir daí.

CRM

Quantas pessoas abriram o teu email, em que link clicaram e que acção realizaram depois do clique são informações que podes rastrear.

Toda esta informação vai contribuir para criares uma audiência personalizada de maior qualidade e, consequentemente, melhor será a tua audiência semelhante.

3. Lookalike Audiences de Visualização de Vídeo

Conteúdo de formato em vídeo é tendência (ainda é tendência ou já é fundamental?) e é umas das melhores abordagens para aumentar a interacção e consideração sobre o teu produto ou serviço.

Baseado no tempo de visualização, podes criar audiências semelhantes de pessoas que demonstraram mais interesse pela tua partilha.

Novamente, audiências semelhantes baseadas em audiências personalizadas que assistiram a uma maior percentagem de tempo do teu vídeo, estarão mais interessadas na oferta.

Ou seja, uma pessoa que viu mais de 75% do vídeo certamente está mais interessada que aquela que viu apenas 25%, certo?

4. Testa o Tamanho das Tuas Lookalike Audiences

Seguindo o mesmo raciocínio da dica número 1, diferentes objectivos implicam audiências semelhantes de diferentes tamanhos.

Audiências mais pequenas – situadas entre 1% e 5% – vão ser as mais parecidas com a tua fonte, ao passo que audiências maiores – dos 6% aos 10% – vão aumentar o teu alcance potencial, mas diminuir o nível de similaridade com a audiência personalizada.

Lookalike Audiences: Tamanho

Se queres optimizar por nível de semelhança, aponta para uma audiência mais pequena.

Para potenciar o alcance, audiências maiores.

De notar que por vezes uma audiência com um grau de afinidade inferior resultará em melhores resultados. À partida, a LAL 1% é a aquela que trará mais resultados dado ser a mais “semelhante” à audiência base mas nem sempre o Facebook “acerta”.

Por isso, testar!

5. Informação e Dados de Alta Qualidade

O que realmente importa é a qualidade e não a quantidade – a não ser que tenhas como objectivo audiências de topo do funil para uma campanha de reconhecimento e alcance da tua marca.

O Facebook recomenda uma fonte constituída por 1000 a 50000 pessoas, mas este intervalo não deve ser levado à risca.

Uma audiência composta com os teus clientes compradores e de longa data, será sempre mais qualificada do que a audiência que descarregou o teu ebook ou do que todo o tráfego do teu website que “apenas” lê os teus artigos.

6. Mantém a tua Lista de Clientes Actualizada

Se vais fazer uso da informação que os teus clientes partilharam contigo, dado que o upload é manual certifica-te que está sempre actualizada. Podes definir uma data no calendário para que essa tarefa nunca te escape.

Ao criar a audiência personalizada definir um período de tempo mais actual é boa prática, pois dá-nos a certeza que os interesses e actividades das pessoas estejam ainda bem presentes nas suas memórias.

Segmentar num período entre 14 a 60 dias é geralmente uma boa opção mas podes definir de acordo com o que fizer mais sentido para o teu negócio.

Além do mais, as tuas audiências semelhantes são dinâmicas e actualizam-se automaticamente num espaço de 3 a 7 dias, fazendo com que os visitantes mais recentes entrem directamente para este público.

Para que não haja confusão: as audiências personalizadas de uma lista de clientes actualizam de forma manual (ao contrário daquelas que são recolhidas através do Pixel, por exemplo) mas as audiências semelhantes actualizam automaticamente.

7. Lookalike Baseada no Lifetime Value

Esta é talvez a dica mais poderosa desta lista.

É possível criar uma audiência personalizada com informação do lifetime value (LTV) dos teus clientes. Ou seja, podes transmitir ao Facebook que clientes são mais valiosos para o teu negócio ao fazer upload de um .csv que informa o valor das compras efectuadas por cada cliente.

Lookalike Audiences - Lifetime Value

Seguindo a mesma lógica, criar lookalike audiences a partir de uma audiência personalizada com o LTV dos teus clientes será de muito melhor qualidade.

O Facebook agora sabe que o perfil A, B e C rendem muito mais e procurará, numa primeira fase, por públicos com semelhanças a este grupo.

Podes até criar uma audiência personalizada apenas com informação daqueles que compraram mais de 250€ na tua loja (imagina que o LTV médio é de 100€, por exemplo) e a partir daqui criar uma audiência semelhante com base apenas nos melhores compradores.

Conclusão

Há um número gigante de pessoas que estão interessadas no teu negócio ou produto mas que não têm noção disso. Como tal, a fase de prospecção é crucial para muitos negócios, sobretudo os de menor dimensão.

É aqui que as audiências semelhantes entram em jogo, dado o potencial tremendo para fazer escalar o teu negócio.

Não só por te darem a possibilidade de alcançar pessoas novas, mas principalmente por ser uma segmentação com qualidade imediata – mas que estará sempre dependente da qualidade da tua audiência fonte.

É regra geral para tudo: se há boas bases, haverão melhores resultados.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Bruno Moura

Bruno Moura

Freelancer, PPC Manager, consultor e formador com mais de 10 de experiência em marketing digital. Segue-me no Facebook e Instagram.

Deixe uma resposta

Close Menu